Cultive!

28 de março de 2011


Ela, estudante de história e que adora ler.
Ele, ninguém ouviu falar.
O que pode ligar duas pessoas tão diferentes? Uma ligação tão forte a ponto de salvar uma vida.
Na manhã do sábado, ela saiu de sua casa e foi até a esquina para compra pão, enquanto isso, no outro lado da cidade, ele sai em sua moto a procura de uma nova aventura. Enquanto ela está fazendo suas comprar, ele continua pilotando pela cidade, zigue-zagueando entre os carros sem nem preocupar-se com a própria vida. Como uma pessoa pode ser tão imprudente? Nem mesmo ele consegue responder.
Mais não foi isso que os aproximou, não mesmo! No outro dia ela seguiu para o parque em busca de inspiração para um trabalho, sentou em baixo de uma frondosa mangueira e começou a pensar. Neste mesmo dia, ele resolveu tomar uma decisão para sua vida e foi ao mesmo parque para pensar um pouco.
Ambos com 17 anos, ambos com dúvidas e anseios, ambos com sonhos, ambos com vontades, ambos com um futuro pela frente.
Se formos pensar um pouco, quantas coisas nós temos em comum com nossos amigos, familiares e até as pessoas que não gostamos? Muitas coisas eu vou te dizer. Não devemos julgar as pessoas ou a nós mesmos por conta de uma imagem que criamos e nem ao menos revemos ou ainda abrimos espaço para um conhecimento mais aprofundado. De repente você está sendo tão tola que nem vê as oportunidades a sua frente apenas porque ela está sendo oferecida por alguém que você não acha interessante, ou que não lhe importa.
Levante esse rosto para o mundo, se você se fechar no seu quadrado, como irá conhecer as maravilhas do planeta? Não apenas os lugares, e sim o maior bem que você pode cultivar: um jardim de amizades!