Quero cortar já!

12 de maio de 2013

Acho que quando a gente corta o cabelo se sente mais livre e independente, é impressionante a diferença que a tesoura faz na minha vida. Eu queria muito cortar, mas como era o ano do meu aniversário de 15 anos minha mãe fez um "acordo" que só ela saiu ganhando haha comigo, eu poderia cortar meu cabelo, pintar e descolorir novamente após a festa. Passada a comemoração, fui na semana seguinte no salão! Considero essa a primeira vez que eu cortei o cabelo curto (foto do dia que cortei) e confesso que isso vicia, na terceira vez que fui manter o corte dei uma radicalizada massa kkk, depois desse corte, que foi o mais curto da minha vida, passei a manter em casa e cada vez que eu corto é uma surpresa nova!

Agora meu cabelo já está no ombro, como tenho muito cabelo sempre repico sem tirar o comprimento e aparo a franja na altura da sobrancelha. Vamos deixar minhas experiências capilares de lado, não é? Muita gente tem medo de cortar o cabelo e não gostar, para vocês eu tenho essa seguinte filosofia de vida: Cabelo é que nem capim, cresce. Mas como não é todo mundo que tem essa coragem, o estilo chamado bob - tem para vários comprimentos - é uma ótima escolha. Vamos entender o motivo de escolher o estilo bob! Por manter o fio reto, caso você não goste do corte existe a opção de repicar e tentar fazer uma mudança para melhor no corte. 

Quero saber o que vocês acham da escolha de cortar o cabelo curto e se já cortaram, se foi difícil abandonar a cabeleira.
*Não esqueçam de responder a pesquisa de público do blog!